Projeto da DTI conquista internet com mais estabilidade e sem dependência do Cinturão Digital

Postado em 10/12/2019


A universidade passava constantemente por problemas de conectividade causados por intercorrências no Cinturão Digital do Ceará (CDC), tais como rompimentos de fibra óptica e falhas em equipamentos. Isso ocorria porque a internet de toda a instituição era fornecida unicamente pelo link de acesso cedido pelo CDC localizado no Campus da Liberdade. Assim, quaisquer desses problemas citados provocavam a falta de conectividade ou oscilações.

Desde julho deste ano, a Unilab passou a contar com dois novos links de Internet: um localizado no Campus das Auroras e outro na Unidade Acadêmica de Palmares. A solução para a falta de conectividade e/ou instabilidades oriundas do CDC foi a utilização de um desses dois novos links (no caso, da Unidade Acadêmica dos Palmares) como redundância de saída de internet para os usuários lotados no Campus da Liberdade e dos serviços hospedados no Datacenter. A alteração de saída de dados foi projetada para acontecer automaticamente e de forma imperceptível aos usuários, ou seja, através de rotas dinâmicas.

Com as rotas dinâmicas, quando o sistema detecta uma falha no link principal de internet, ele altera a saída de dados de maneira instantânea para o link redundante até o restabelecimento da rede outrora defeituosa. A principal vantagem desse plano é a garantia da disponibilidade da conectividade da Unilab, independente dos contratempos ocorridos no CDC.

Para monitoramento da rede, o POP-CE/RNP disponibiliza uma plataforma de gerenciamento dos links.

Sobre o Cinturão Digital do Ceará

O Cinturão Digital do Ceará (CDC) é composto de uma estrutura (backbone) de fibra ótica contendo Anéis, Subanéis e Derivações (ramificações que saem do anel), com pontos que permitem a interconexão ao mesmo, medindo 4.150 Km mantidos pelo Governo (Empresa de Tecnologia da Informação do Ceará – Etice) e 3.910 Km mantidos por parceiros, totalizando 8.060 Km, o que possibilita atender cerca de 90% da população urbana do Estado do Ceará.

Pesquisar
Entrar no 3s